4 maneiras de melhorar o inglês dos seus filhos em casa - Colégio Canópus Caraguatatuba

Ter um bom inglês é uma das ferramentas mais indispensáveis no mundo de hoje, e quanto mais cedo vem a dedicação para aprende-lo, mais chances o estudante possui de dominar a língua.

Além disso, o aprendizado também é uma maneira de exercitar o cérebro, o que trás benefícios como a melhora do raciocínio, e da capacidade de memorização e concentração.

Mas você já se perguntou o que pode fazer para ajudar o seu filho(a) a praticar esse idioma tão essencial?

As aulas semanais são certamente importantes, mas existem maneiras de estimular esse aprendizado até mesmo dentro de casa!

Nesse artigo você aprende 4 maneiras para melhorar o inglês dos seus filhos fora do ambiente escolar:

1 – Descontração é a chave!

Você vai perceber uma tendência em todas as dicas desse artigo: todas tratam o aprendizado do idioma de forma descontraída!

Antes de aplica-las, primeiro tenha em mente que atividades secundarias de estudo precisam ser divertidas e estimulantes para que seu filho(a) mantenha-se interessado, e por consequência, sempre se esforce para completa-las!

Dentro da escola o aluno já aprende o senso de urgência e responsabilidade através de tarefas diárias, portanto não há nada errado em tentar abordagens diferentes e mais divertidas no ambiente de casa, principalmente quando o objetivo é aprender um idioma completamente novo.

Pensou em uma ideia pouco convencional que provavelmente pode ajudar o seu filho?

Não tenha medo de usa-la!

Isso não quer dizer que o aluno(a) vai abandonar os métodos tradicionais de estudo, mas ter essa variedade à disposição pode realmente fazer a diferença e deixar o processo de aprendizado menos cansativo.

2 – Estimule-os a assistir desenhos e ouvir musicas em inglês.

Uma das maneiras mais eficientes de trabalhar o aprendizado do inglês é, interagindo, ouvindo e convivendo com idioma diariamente.

Sabe aquele desenho que o seu filho(a) não para de assistir no Netflix?

Pelo menos uma vez por semana, faça com que ele assista versão legendada do episódio que ele adora!

Por ser um conteúdo familiar e que ele consegue se identificar, será muito mais fácil captar as noções de pronúncia, interpretação e entendimento do inglês.

Até mesmo o YouTube possui um sistema de legendas que funciona muito bem, portanto busque vídeos em inglês que são compatíveis com os interesses do seu filho para que ele se acostume com a língua e conheça novos horizontes culturais com a ajuda da internet!

A música também pode ser uma ótima maneira de trabalhar a maneira com que o cérebro reconhece as palavras e a forma correta de pronunciá-las.

Se o seu filho for bem pequeno e ainda não tiver um gosto musical definido, que tal apresentá-lo algumas de suas canções favoritas em inglês?

O simples fato de estar ouvindo o idioma vai ajudar na memorização e pronúncia de novas palavras, frases, e se a música for boa o suficiente, um refrão inteiro em inglês!

3 – Use a tecnologia a seu favor.

Nunca subestime o uso da tecnologia!

Crianças são realmente fascinadas por novidades e aparatos tecnológicos, e hoje existem aplicativos que podem te auxiliar em qualquer tipo de tarefa, inclusive no processo de aprendizado de um novo idioma.

Esses aplicativos geralmente aplicam exercícios para a memorização de palavras, treino de ouvido (também conhecido como listening) e pronúncia, além de pequenas tarefas diárias feitas sob medida para o nível atual do estudante.

Seja no nível iniciante ou avançado, o formato com que as tarefas são apresentadas é bem diferente da tradicional.

Com imagens, animações e até mesmo áudios, o estudante realiza os exercícios de maneiras criativas e divertidas.

O aplicativo Memerise, por exemplo, trata essas tarefas como se fossem parte de um jogo, definindo metas de exercícios e premiando os estudantes com troféus virtuais caso os complete.

Talvez essa seja uma forma de estudo que o seu filho que adora jogos vai aprovar, não é mesmo?

Veja também nosso post sobre apps gratuitos para estudar onde temos algumas dicas de ótimos aplicativos para o estudo, inclusive de inglês.

Caso prefira algo mais tradicional, existem também dezenas de dicionários de inglês à disposição na internet.

Esses dicionários contam com uma interface intuitiva e com varias funcionalidades diferentes, como a busca rápida de palavras, adjetivos e sinônimos.

4 – Leitura é sempre importante!

Compre a versão em inglês do livro ou gibi favorito do seu filho(a).

A leitura em inglês não só vai trabalhar a capacidade de entendimento, mas também é essencial para melhorar a escrita no idioma.

Utilizando um material que ele já conhece e se interessa, o cérebro consegue relacionar o conteúdo com a nossa língua materna de uma maneira mais eficiente e menos cansativa.

Caso a criança ainda não saiba ler, você pode utilizar os tradicionais livros ilustrados!

Geralmente essa é uma maneira fácil de ensina-los nomes de cores, animais e objetos do dia-a-dia em inglês.

O benefício vai além de aprender o inglês, já que estimular a leitura (em qualquer idioma) comprovadamente aumenta a capacidade argumentativa, interpretativa, o que pode se tornar um hábito positivo e valioso para o futuro dos seus pequenos.

Deixe abaixo o seu comentário nos contando como essas dicas ajudaram o seu filho(a) a melhorar o inglês, combinado? 😉

Achou útil? Então compartilhe!

Publicações Relacionadas